O quilombo Mimbó saúda rede de mulheres negras do nordeste

A artesã Maria Raimunda presta homenagem na comemoração de 10 anos da Rede

O grupo composto por 13 mulheres remanescentes da comunidade Mimbó, de Amarante, tem no artesanato uma forma de incentivar a atividade econômica do quilombo e promover a integração de atividades tradicionais para o legado da cultura e resistência em terras amarantinas.

No Mimbó, residem mais de 600 pessoas, em grande parte de familiares consanguíneos, que detém a memória de luta e potência há mais de 200 anos.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + 5 =